Você sabe como harmonizar vinhos com comida? Veja!

Os vinhos são excelentes opções de bebida e que combinam com diversas ocasiões, das simples até as mais sofisticadas, não é mesmo? Mas você sabe como harmonizar vinhos com diferentes cardápios?

No post de hoje vamos te dar algumas sugestões bem práticas de como você pode escolher as melhores opções de vinhos – e suas variadas uvas – com tipos de pratos mais tradicionais. No final, daremos algumas dicas curingas para você saber harmonizar de uma forma geral, mesmo sem ser um expert no assunto!

Vamos às sugestões de vinhos e pratos:

1. Espumantes e comidas salgadas

A maior parte dos vinhos espumantes secos (extra brut e brut) têm um toque muito pequeno de adocicado, e, por isso, faz predominar aquela acidez maior na boca – o que combina perfeitamente com alimentos salgados e crocantes.

Já os demi-sec – como o espumante de uva moscatel, por exemplo – são bem diferentes, pois são mais doces no paladar. Nesse caso, eles harmonizam bem com sobremesas de sabores cítricos misturados com doces, como, por exemplo, salada de frutas, morangos com chocolate e figos em calda.

2. Vinho rosé harmoniza com pratos com muito queijo

A grande maioria dos vinhos do tipo rosé – que têm a característica frutada de um vinho tinto junto com a acidez de um vinho branco – vai muito bem com pratos que levam queijo como ingrediente de destaque.

Quer exemplos simples? Uma pizza de quatro queijos, ou, ainda, uma carne seca com creme de quatro queijos.

3. Malbec vai bem com molhos temperados e agridoces

O malbec é um tipo de uva francesa e que encontrou excelentes condições de cultivo na Argentina – por isso os vinhos malbec argentinos são considerados como opções excelentes para o paladar.

Quando você for harmonizar vinhos com comida e comprar os malbecs mais encorpados, e, portanto, sofisticados, escolha pratos que tenham molhos apimentados e agridoces – é o caso do molho barbecue ou de molhos asiáticos. Uma boa pedida, por exemplo, é servir frango assado ou frito com esses molhos, que, assim como o Malbec, trazem um toque doce no final, harmonizando tudo perfeitamente.

4. Harmonize carnes com Cabernet Sauvignon ou Merlot, dependendo do molho

Enquanto os tradicionais vinhos de uvas Cabernet Sauvignon harmonizam bem com carnes, os vinhos de uva Merlot também fazem a mesma harmonização, mas aceitam um pouco melhor os molhos mais escuros.

Então, se você vai harmonizar vinhos com carnes, escolha um Cabernet Sauvignon; e se essa carne for servida com um molho mais denso e cremoso – um molho madeira, por exemplo – então escolha um bom Merlot. Esse tipo de vinho tem uma textura ideal para limpar o nosso paladar da cremosidade desse molho.

5. Dica extra de como harmonizar vinhos

Ainda ficou na dúvida sobre como harmonizar vinhos com determinados tipos de pratos? Não tem problema!

Aqui vão algumas dicas gerais de harmonização em relação aos tipos de intensidade de cada vinho:

  • Vinho tinto leve: massas com molhos mais leves.
  • Vinho tinto encorpado: harmoniza bem com queijos mais duros, como o provolone.
  • Vinho tinto seco: de uma forma geral, combina com massas com molho de tomate (ou molho de ervas), frios em geral e queijos amarelos, como gouda e parmesão.
  • Vinho tinto seco leve: carnes vermelhas grelhadas ou fritas; frango cozido ou assado; pizzas, paella, bacalhau com molho.
  • Vinho tinto seco encorpado: queijos brancos (como camembert e brie) e carnes assadas.
  • Vinho branco: independentemente de serem mais ou menos encorpados, frutados e fermentados, os vinhos brancos harmonizam bem com frutos do mar e peixes – evite servi-los com comidas muito temperadas e carnes vermelhas.
  • Vinho rosé: harmoniza com carnes magras grelhadas, frango assado, entradas, omeletes, massas italianas, verduras gratinadas e tortilhas. Evite servi-lo com mariscos, peixes, carnes gordas e queijos azuis.
  • Espumantes: uma boa dica é servir com aperitivos, como queijos brancos (como o Camembert e o Brie), bem como salmão, carnes gordas assadas (porco, leitão), aves também assadas (pato, frango) e algumas entradas leves, como saladas. Se for escolher um espumante adocicado, ele também pode ser combinado com sobremesas.
  • Vinho do Porto: combina muito bem com bolos, frutas secas, sobremesas, sorvetes e queijos azuis.

E então, achou mais simples harmonizar vinhos com comida? A dica final é: não se prenda tanto a detalhes. Tudo na vida é questão de gosto, e isso inclui a escolha do vinho. Na dúvida, siga seus instintos e esteja aberto a testar novas experiências de harmonizações. Com o tempo, você criando mais segurança e essa tarefa ficará bem mais simples do que parece ser.

Bom, e se pudermos te dar a dica de como harmonizar vinhos e que fecha o post com chave de ouro é: você encontra as melhores cartas de vinhos em sua casa. Isso mesmo. É só baixar o aplicativo Melhor Compra para escolher os rótulos que vão harmonizar com seus pratos – tudo isso sem sair de casa e agendando a melhor data de entrega.

Então, clique aqui e baixe gratuitamente o aplicativo. Boas compras…E boa harmonização!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu